DESENCONTRO
Nora Villar

Onde ficaram
Nossos sonhos
Meu amor
Que os não percebo?
Um céu cinza escuro
E conflitos repassados
De solidão e amargura
Que trouxemos na bagagem...
Na aridez da viagem
A mágoa por companheira
O fastio como clima
E o desespero por norte
Destino? Incerto...
Insegurança: constante.
O desencanto do Nada.
E a tristeza indefinida
De nada valer a pena...





PEDRO LARANJEIRA