ECCE    

É hoje o meu dia!
Sinto que é hoje.
Algo vai acontecer...
espero a passagem lenta das horas
no sonho do que há-de vir.
Que será...e quando? Quando será?...
É hoje, isso sei,
... como, não sei,
mas sei que é...
Há algo de estranho em mim,
uma sensação vaga de certeza,
de apoio...
não estou já tão sózinho,
há alguém que vive em mim,
talvez um pensamento,
um olhar...
um gesto sem se saber,
um sonho sem se notar...
Uma mão que chega, de mansinho,
e se sente, sem que ainda cá esteja,
uma nuvem sem cor
que vai surgir não sei quando,
mas hoje, que eu sei que é hoje,
para me trazer amor...
(Porque sentirei eu em mim
este bater de asas leves
que me faz etéreo no agora que surgiu tão de repente?...)

- Que este momento eterno
possa ser o que eu desejo!
Só um beijo, mas de amor,
sexo se for, mas carinho,
uma nuvem de esperança...
e então de novo a bonança
do meu caminhar sózinho!