PÁGINA DE IMPRENSA DE PEDRO LARANJEIRA 17 março 2007

A RELIGIÃO FORA DOS TEMPLOS

Durante dois dias, o Centro Ismaili em Lisboa foi anfitrião de uma iniciativa da Comissão da Liberdade Religiosa do Ministério da Justiça, um ciclo de conferências subordinado ao tema "A religião fora dos templos".

Depois da inauguração, com o Comendador Nazim Ahmad, o conselheiro Menéres Pimentel e o Presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, foi apresentada uma colectânea de trabalhos sobre a religião no estado democrático, seguida por uma intervenção do Deputado Vera Jardim e uma mesa redonda sobre "Religião e Educação", moderada pelo Prof. Dr. Saturnino Gomes.

Durante a primeira manhã, foi apresentado um estudo da Vice-Presidente da Comunidade Israelita de Lisboa, Dra. Esther Mucznic, baseado na análise de cerca de 80 livros de ensino de História, Português e Formação Cívica, entre o 5º e o 12º anos, que acusa os manuais escolares de falta de rigor e seriedade sobre questões religiosas, que exemplificou mencionando vários erros, tanto sobre cristianismo, como judaísmo e mesmo sobre as doutrinas do Islão.

Quatro conferências versaram então a religião fora dos templos na jurisprudência dos tribunais islâmicos e portugueses, bem como dos "Supremos" de Israel e dos Estados Unidos.

A terminar, fez-se outra mesa redonda, moderada pelo Dr. António de Araújo, sobre "Os media e o fenómeno religioso", com encerramento assinado pelo Ministro da Justiça Alberto Costa, que levou a novidade de que o Conselho de Ministros vai discutir, durante o mês de abril, a validade do registo civil de casamentos religiosos, uma vez que presentemente apenas os católicos são reconhecidos - prometeu "acabar com esta discriminação" e deixou ainda o recado de que "o terrorismo só pode ser enfrentado com forte contributo das religiões e das lideranças religiosas".


© PEDRO LARANJEIRA
PUBLICADO

PESQUISA    NAS MINHAS PÁGINAS E NA WEB